Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2011

Diário de Júli@ - Solta o som, DJ!!!

Sabe uma história legal para contar para vocês? Foi o dia da festa da Lú. Ela fez 15 anos, mas na festa teve uma pequena confusão. hehehe

Bem, estávamos todas com muitas expectativas por essa festa... na verdade sempre ficamos empolgadas com todas as festas de 15 anos. Ficamos na expectativa de como será o vestido, o bolo, o baile ou até mesmo o churrasco... hehehehe... seja a festa como for é sempre muito animado.

Então... no dia da festa, ou melhor, na noite da festa estava nossa turma toda lá, os amigo, a família dela etc. Tudo muito legal... Nossas músicas preferidas, nacionais e internacionais, TODAS CRISTAS, é claro! Pois glorificamos a Deus em todos os lugares.

Porém, teve uma hora que o DJ (é... tinha dj e tudo mais na festa) colocou uma música mais "nada a ver" com o nosso estilo. Olhamos uma para a cara da outra e nos perguntamos: - O que houve? E olhamos para o DJ e para a Lú também.

Quando a Lú foi ver o que houve o DJ disse que as primas dela tinham pedido essa …

Seja positivo e aprenda com os erros...

Lí um artigo da Revista Liderança e resolvi compartilhar com vocês.
Creio que esse ano é um ano de virada em muitas áreas da nossa vida e talvez esse texto possa te dar um empurrãozinho e abrir seus olhos para coisas simples da vida que fazem toda diferença.


Há atitudes que não causam emoção nenhuma. Você conversa com um colega ou membro da equipe e pronto, nada de especial.


Existem outras que fazem com que você elogie mentalmente a outra pessoa.


E há aquela que, segundo Jeffrey Gitomer, faz com que todos gritem “yes!” ou “isso!”. Essa atitude diferencia os verdadeiros profissionais daqueles que apenas cumprem horário nas organizações.


Um exemplo de atitude “yes!” é não dizer “desculpa”, mas “obrigado por chamar minha atenção sobre esse assunto. Agora, já sei o que fazer para melhorar meu desempenho na próxima vez”. Todo mundo quer ouvir “yes!”.


Caso considere-se uma pessoa “yes!”, terá tanto uma mente como também expectativas positivas.



Diário de Júli@ - A dor nos faz pensar na vida!

Começar esse post não está sendo nada fácil. Posso sentir as lágrimas em meus olhos como se estivessem batendo á porta do meu coração. Vou ter que deixa-las sair para aliviar minha alma.

Hoje foi o dia mais triste da minha vida. Nunca imaginei que iria passar por isso um dia.

Acabei de perder minha melhor amiga (BFF*) e além disso ela era minha amiga de infância. Uma pessoa muito especial. Você pode estar pensando que ela se mudou ou que nós brigamos, mas antes fosse isso, na verdade ela faleceu ontem em um acidente.

Acabei de chegar do velório de uma menina que sabia fazer a diferença, era amiga, meiga, linda inteligente, que tinha atitude e opinião própria.

Todos os dias nos encontrávamos na porta da escola, riamos juntas e sempre conversávamos. Mas hoje não foi assim e é isso que dói... a falta que ela me faz.

O que me consola é que me converti primeiro que ela e então pude lhe apresentar o Senhor Jesus e a salvação que fazia toda a diferença na minha vida passei a compartilhar com…

Escrevendo sua história...

A vida que você leva  é como um livro que você deixa  para outros lerem.


Se você acha que sua história não vale a pena ser lida, então deixe que o sangue de Jesus apague-a e se entregue como uma folha branca nas mãos do Autor da vida.

Sua vida aqui na terra é o primeiro capítulo de uma linda história que Deus está escrevendo para a eternidade.


 Se você pensa que é o fim, experimente RECOMEÇAR.

Cassia Valente - Belém/Brasilia

Oláá, Primeiramente quero dizer que é um prazer compartilhar com vocês um pouco das benções de Deus em minha vida e ao meu redor. Sempre que posso leio as mensagens desse blog, benção total. O Pr. Naor, o Pr. Aluízio, o Pr. Marcelo Almeida, o Pr. Francisco enfim, influenciam muito em minha vida através dos livros, palavras, seminários... Louvo a Deus por levantar verdadeiros homens e mulheres dignos de serem chamados chaves desta geração. Fui criada na igreja desde pequena, mas chega uma hora na vida de todos que temos que conhecer a Deus pessoalmente, quando cheguei em Belém/PA era apenas uma religiosa, acostumada com cultos tradicionais e ensinada a sempre fazer algo pra Deus. Fui confrontada por Deus desde o primeiro momento naquela cidade. Fui plantada junto com os Radicais da Última Geração e sendo moldada a cada momento pra fazer a vontade de Deus e não a minha. Sempre cantei, dancei, promovia festas na igreja, fazia tudo... mas algo faltava ainda. Algo parecia não estar no lugar. E d…

Nos braços da Pai.

O início de janeiro foi marcado pela tragédia na região serrana do Rio de Janeiro, onde famílias inteiras tiveram seu fim debaixo de chuva e lama.

Histórias soterradas.

Mas, pela graça de Deus, várias pessoas sobreviveram para registrar na história o seu milagre de vida.

Uma das cenas que mais me marcou foi a do pai que protegeu o filho debaixo dos escombros. O pai percebeu que a esposa e a sogra haviam morrido debaixo da lama, mas ouviu o choro do filho e isso lhe deu forças para lutar pela vida.

No momento do resgate houve outro desmoronamento na encosta e três bombeiros que ajudavam morreram.

Tudo parecia ser mesmo o fim até que o filho chorou novamente. Ao ouvir-lo ascendeu uma chama de esperança que o fez cavar com as próprias mãos para encontrar o filho e com os dedos na carne viva  pode ampará-lo debaixo do caos.

Até que chegasse o socorro o pai abraçado ao filho por horas o consolava com hinos de louvor a Deus.

Deus... tá explicado! Quem mais poderia ter ensinado esse pai a am…